quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Quem mandou nascer mulher?

.
Se puder fazer um pedido para a próxima encarnação, vou pedir para vir com calvície nas partes baixas. Se não for pedir muito, também quero vir com a sobrancelha bem desenhadinha e sem pêlo no buço. Porque quem tem bigode é homem. Por falar em “pêlo”, ainda não tive saco para estudar as novas irritâncias gramaticais. O acento circunflexo caiu ou continua? Aliás, tudo cai. Trema cai, acento cai, peito cai, bunda cai, frutas caem, pele cai e vira pelanca, cabelo (da cabeça) cai, mas os pêlos nunca caem. Eles nascem, crescem, reproduzem e se multiplicam. É uma praga! Não sei pra quê esse excesso de pêlo. Só servem para nos tirar do sério. Se tivessem alguma utilidade, não haveria depilação e se não houvesse depilação, certamente nós, mulheres, seríamos menos chatas.

O lado bom de não estar depilada, pelo menos no meu caso, é que eu não vou ter coragem de sair dando por aí pro primeiro que aparecer. Nada contra isso. É que eu não aguento (e o trema caiu, que eu sei) o peso do dia seguinte. E sofro só em pensar que o cara não vai me ligar depois. Eles nunca ligam... Até admiro as mulheres adeptas ao sexo sem compromisso e é claro que se eu conhecer um cara numa noite e tiver a fim de transar com ele, eu transo. Essa coisa de príncipe encantado aos 30 anos está cada vez mais difícil e sexo sem compromisso está cada vez mais na moda. Se eu não entro na moda, fico sem sexo. E mulher sem sexo é pior que mulher na TPM.

Estudei dois anos em escola Adventista e uma das primeiras coisas que notei foi que as mulheres Adventistas não se depilam. Pelo menos na época elas não se depilavam. Todas tinham as pernas cabeludas. Pra piorar, algumas ainda descoloriam. Uma vez fomos a um passeio, em um clube, e quando elas tiraram as roupas e ficaram de maiô (a religião não permitia que elas usassem biquínis) levei um susto. Pareciam umas macacas. Capaz até de serem mais peludas que as primatas. Não dava para distinguir pelo de pentelho. Imaginem essas criaturas sem roupa? Melhor nem imaginar. Algumas tinham pêlos saindo de dentro do nariz. Ai que nojo! Depilação é uma questão de higiene, né, gente? Vamos combinar.

Tem homem que diz que não se incomoda. Mas se virem uma Adventista, mudam de idéia rapidinho. Tudo bem que um pelinho aqui, outro ali ou quando eles estão nascendo, ainda vai. Mas fazer trancinha com pentelho não rola.
Pêlo quando está nascendo é uma desgraça. Ou você espera crescer mais um pouco para depilar com cera e fica mais uma semana sem ir à praia, ou raspa. Se raspar, irrita e nasce tudo encravado. Dá uma coceira infernal. Sem contar que você corre o risco de se cortar com aquelas lâminas. Outra coisa nojenta: lâmina de barbear depois de uma depilação completa. Tem gente que usa até cegar e ainda reclama que não está funcionando. Creme depilatório, em mim, não resolve porque irrita minha pele. Então, só me resta esperar crescer e agüentar a dor quase insuportável da depilação à cera. Digo quase insuportável, porque nesses anos todos eu tenho sobrevivido a ela. O problema é maior para aquelas mulheres de pêlos grossos. Coitadas! Melhor nem imaginar o tamanho da dor. Ainda bem que este não é o meu caso. Dos males o menor.

A vantagem da cera é que os pêlos demoram mais a crescer e a gente fica bem lisinha. Os homens adoram. Eu também aproveito para depilar logo o ânus. Pois é, a gente tem cabelo até no cu. Agora me diz: pra quê? Mas já que tem, melhor tirar. Cu cabeludo ninguém merece. E isso também serve para os homens. Eu acho até que eles deveriam aparar o excesso de pêlo. Particularmente, prefiro os lisinhos, mas não me faço de rogada se um peludinho gatinho e aparadinho chegar com jeitinho. Mas um Tony Ramos da vida, não dá pra encarar.

Outra coisa nojenta são aquelas mulheres que deixam os pêlos crescerem em volta do umbigo. E olha estes são é até mais fáceis de tirar. Eu tiro os meus com pinça mesmo. E aquelas que descolorem? Realiza só a cena: uma mulher, na praia, no clube, no quintal de casa ou na laje, besuntada de água oxigenada. Sem contar que aquilo tem um cheiro horrível e deve acabar com a pele. O melhor é depilar e pronto.

Por falar nisso, vou parando por aqui porque estou com hora marcada no salão. A sessão tortura vai começar.

Um dia ainda crio coragem e faço depilação a laser dos pés à sobrancelha.

Postado por Bárbara

3 comentários:

¤*Daia*¤ disse...

Meu grande problema com a depilação a cera não é nem a dor... é esperar os pêlos crescerem! Cara, não tenho paciência! Por isso lá vai creme depilatório, lâmina, maçarico... o diabo... menos ter que ficar esperando aqueles cotocos malditos terem tamanho suficiente pra serem arrancados!

Também gostaria de ter calvície nas partes baixas na próxima vida... mas não em tudo... não gosto da dita totalmente lisa! Hahaha! Queria calvície total nas pernas e uma virilha cavada... hauahauahua! As axilas tbm podiam ter calvície total, bem como buço. Sobrancelha nem ligo, pq gosto de tirar... e a minha nem cresce tanto!

Dani disse...

Detesto estes pêlos!!!!
Pior é o buço...me sinto um homem!
hahahahahaha
beijos

Faxina

ana disse...

ola amiga, bom sinceramente nao entendi essa das adventistas nao se depilarem rsrs, eu sou adventista e nunca ouvi isso na igreja, pelo contrario, nos cultos as mulheres vao todas de saia e todas sao depiladas rsrsrs!!! quem tem essa regra de nao se depilar é outra religiao que nao lembro o nome, mas a gente se depila sim, alias, odiamos pelo!!! rsrsrs

Postar um comentário